Make
it Real

Lan & Informação

12.06.2015    |       |   

O cliente X, em 2013 solicitou pela primeira vez os nossos serviços na perspectiva de instalação de um equipamento wifi com capacidade suficiente para cobrir o edifício em zonas cuja rede atual estava insuficiente. Com tal, efetuamos os procedimentos necessários e procedemos à instalação de um equipamento WIRELESS DUAL BAND GIGABIT que se manifestou suficiente para resolver as necessidades do cliente. Posteriormente, foram sendo solicitados os nossos serviços para resolução de anomalias na óptica do utilizador, como por exemplo outlook, internet, manutenção de sistema operativo, instalação de solução de segurança contra vírus e fornecimento de consumíveis. A rede presente neste escritório caracterizar-se como arcaica: um posto principal em rede com problemas de sistema operativo, informação da empresa num só posto, dispersa por ambinete de trabalho, raiz de unidade de sistema, repetiva em vários pontos fruto de intervenções que tinham sido feito antes (backup's), impressão restrita a um só posto, wifi abero sem restrição de segurança, rede fisica com cabos pelo chão os quais eram facilmente danificados, etc.. Intervenções constantes num infraestrutura caótica levou-nos a recomendar uma reformulação.

Em 2014, o gerente da empresa iniciou um projecto de remodelação do escritório. Foi-nos proposto o desenho da rede informática, assim como um solução que fosse ajustada às necessidades da organização em termos de manipulação de dados.  Em conjunto com a entidade responsável pela construção indicamos os pontos de rede a ser instalados, indicação de um local destinado aos equipamentos de rede (isolado e seguro) e todos os pormenores necessários à obtenção de uma rede estruturada, estável e rápida. O projeto visou o desenho, fornecimento e configuração da infra-estrutura informática desta pequena empresa. A rede gigabit embutida no edifício, wifi com limitação de tráfego, QoS, protecção wifi, bloqueio de paginas na rede e postos, servidor de ficheiros com partilha de directórios com segurança por utilizador, backups internos, agendamento automático de manutenção, monitorização de dispositivos de armazenamento, impressão em rede, digitalização centralizada para servidor, software de gestão centralizado, organização de dados em função de segmentos departamento de atividade. A rede WIFI ficou dividida em duas redes, uma aberta com limitação upload/download e uma fechada com acesso à web mas também com controlo de tráfego. A rede WIFI, uma vez que serve um interesse fora da atividade da empresa está configurada de forma a não permitir acesso à rede física, ou seja, utilizadores conetados por WIFI não tem disponível o acesso ao servidor de dados.

Em suma a empresa passou a ter, Rede estruturada gigabit, em vez de uma rede solta instável com cabos desorganizados e desprotegidos ; Impressão e digitalização em rede para o servidor, em vez de uma impressora ligada a um posto, por vezes inacessível por outros postos; Concentração de informação num servidor, com segurança, em vez de informação espalhada num ou mais postos, cuja transferência entre postos  até então era feita por flash usb; Rede wifi abrangente, estável e com controle de tráfego, em vez que uma rede aberta sem capacidade de abrangência no edifício; Acesso a informação e software de gestão fora do escritório da empresa

Esta empresa possui um parque informático composto por um servidor de dados, e cinco posto de trabalho fixos e um portátil. Tratou-se  de um pequeno projecto com um bom resultado,  com fiabilidade e estabilidade dos equipamento algo até então não tinha sido alcançado apesar dos investimentos